Buscar
  • Ana Alencar

Ouça, Cante e Dance!

Oiê, lá vem eu com mais um texto sem formatação e concordância verbal! Sim, eu escrevo sem ser escritora, e se deixar eu opero seu apêndice sem ser médica!

Eu faço muitas coisas, e uma delas é eventualmente passar aqui e escrever o que dá na ideia.

Mas acredite, eu levo isso muito à sério, e ainda mais porque sempre tem uns tão doido quanto eu que acompanham minha vida de escritora!

Inclusive, acho que esse deve ser algum arquétipo ou entidade que me acompanha.. E é essa pessoa que as vezes habita meu ser, ama escrever, filosofar, ler literatura, poesia e tomar um bom café apreciando os dias frios e tem um estilo parisiense, meio romântica com um ar misterioso, olha até parece comigo as vezes rsrsrs.

Ela (o ser que me habita) gosta de musica clássica, eu gosto de tudo um pouco, vou de Sandy à ACDC em um trocar de música rsrs. É bem peculiar eu sei, mas eu gosto. Ouço muita música, acho incrível o quando elas podem expressar o que sentimos, o quanto pode nos animar ou nos ajudar a fica mais melancólico bebendo vinho e colecionando decepções, ah eu gosto demais.

Recentemente vi um artigo que dizia que a música tem efeito hipnótico, e é usada tanto para entrar em transe quanto para entrar em êxtase; Não é sensacional isso? A música pode te curar e ajudar de várias maneiras, mas é importante saber que tipo de música você ouve, entender o significado, e principalmente se você tem filhos, é importante saber o conteúdo que eles consomem.

Tem uma música que eu sempre gostei de ouvir, mas eu não conhecia ela e não entendia muito de inglês (tá ainda não entendo muito), mas eu entrava em lojas e ela sempre estava tocando, até que consegui o nome dela, procurei a tradução e a história dela, ela falava sobre o massacre de Columbine, ocorrido em abril de 1999. Dois estudantes planejaram um ataque complexo em sua escola (Columbine High School), que, além do tiroteio, incluiu bombas e outros dispositivos explosivos. O incidente resultou em 15 mortes — incluindo o suicídio dos atiradores — e 24 pessoas feridas 😢

Eu jamais imaginaria isso, a música tem uma sonoridade leve e contagiante, mas me aprofundando no assunto descobri que ela é uma música triste, que tem um ar de protesto mas na verdade o compositor tentou imaginar como seria a mente de um adolescente isolado e psicótico. É uma música boa o nome dela é Pumped up Kicks, mas sem dúvida me fez perceber o quanto é importante saber o que estamos ouvindo e entender o que aquela mensagem quer passar.


Nossa meu texto ficou mais reflexivo do que pensei que seria, era para ser um texto leve, com apenas alguns solos de guitarra ou aquele acústico tirado no violão.

Mas como disse esse ser me habita e vai escrevendo, trazendo reflexões aleatórias...

E sabe que é bom mesmo a gente parar para pensar, o mundo está tão complicado, tão agitado, tão confuso, essa pandemia deixa a gente com a mente turbulenta, noticias tristes na tv todos os dias, por isso a música pode ser sua aliada para bons momentos, para refletir, relaxar, meditar, para lembrar aquela pessoa especial ou pra ajudar a esquecer rsrs.


Ouça, ouça música!


Música para comemorar, para celebrar, adorar e agradecer, música para você ouvir e se imaginar em um clip, ou para descrever sua vida, eu aposto que você tem algumas músicas que falam sobre sua vida, ou sobre sua relação com alguém, sempre tem aquela música sua como alguém, pra dizer "nossa música", é através da música elevamos nosso espirito e nossa frequência energética.

Por fim como diria o sábio artista plástico Francisco brennand "A vida sem música seria um exílio. Não poderia mesmo conceber num o ser humano viver sem música. Entre outras coisas, deve ser um antídoto à morte de forma geral”


Pense nisso! Ouça, cante e dance!




23 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Maktub...